Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Wait aí uma beca

A minha vida não é fácil

Wait aí uma beca

A minha vida não é fácil

13.Set.17

Je suis Tony

waitaiumabeca
Aviso desde já que não sou fã do Tony Carreira, nunca o vi ao vivo e nem sequer fui a nenhum piquenique patrocinado por uma cadeia de hipermercados, mas sendo eu também um toni (sem a letra y no final porque ainda não sou reconhecido além-fronteiras), acredito que os tonis desta vida têm que se apoiar mutuamente, mesmo quando um de nós é acusado de plagiar onze músicas. Se tivesse apenas dez parecidas aposto que já não seria acusado pelo Ministério Público. Sendo confirmada a (...)
07.Set.17

Pedras no caminho

waitaiumabeca
Posso não precisar de acordar cedo mas às oito e meia da matina, mais minuto menos minuto, tenho acordado com as obras no jardim do condomínio. O meu despertador é da idade da pedra. Fecho todas as janelas antes de adormecer mas mesmo assim acordo com o martelar das pedras de calçada, com as conversas que têm entre eles e com o tocar do telemóvel de um trabalhador bastante solicitado. Todos os dias acordo ao som dos Man At Work. Tenho que ter fechadas as portas alumínio, que estão (...)
01.Set.17

Cenas que me fazem urticária

waitaiumabeca
Bolinhas, Pantufas, Fofa, Almôndega… os nomes queridos e fofinhos dados aos animais de estimação estão a perder terreno para os nomes de pessoas. Já é considerado normal ouvir na rua um “ Busca João!”, “Senta Raquel!” ou um “Dá a pata Carina Vanessa!”. Até existem nomes que passaram a ser mais comuns em animais do que em pessoas. Óscar, o nome do labrador dependente de bolas dos meus vizinhos, já é mais utilizado em animais de quatro patas do que no registo civil. H (...)
24.Ago.17

Uma aventura musical no Norte

waitaiumabeca
Sábado foi dia de ir ao Festival de Paredes de Coura. Decidimos ir de avião até ao Porto onde depois tínhamos boleia até ao recinto. Fiquei sentado à janela mas separado dos meus amigos. Quando o João Pestana começou a aterrar no meu lugar, senti a presença de um telemóvel esticado à minha frente. A senhora que estava ao meu lado fazia bastante questão de tirar fotos do céu. Acabei por me voluntariar e tirar umas quantas fotos. Entre o meu trabalho de fotógrafo amador e a (...)
15.Ago.17

Já não há estrelas no céu

waitaiumabeca
A noite de sábado era noite de chuva de estrelas. Dizem os entendidos que se deve procurar uma zona com pouca luminosidade e como tal escolhemos a Praia das Maçãs. Cada um trouxe a sua toalha e a ideia era estarmos todos de papo para o ar e ver as estrelas a cair. Claro que a ideia era bastante engraçada mas em Sintra há sempre o fator frio e nevoeiro a considerar. O expert em estrelas do grupo disse que tínhamos que olhar para noroeste, onde a Cassiopeia, uma espécie de duplo v do (...)
10.Ago.17

E tudo o vento leva

waitaiumabeca
Confesso que nunca vi o clássico de 1939 “ E Tudo o Vento Levou” mas aposto que no preciso momento em que Clark Gable beija Vivien Leigh não estava nem metade do vento que agora se faz sentir. Os Scorpions bem que cantam e desencantam a música “Wind of Change” mas este vento, em pleno Agosto, só serve mesmo para chatear. Uma simples ida à praia para apanhar banhos de sol pode se tornar num desporto radical. As pedras no caminho servem para segurar a toalha na areia e o risco (...)
07.Ago.17

Clube de Trabalhadores de Agosto

waitaiumabeca
A vida de um trabalhador de Agosto não é fácil. Quando meio mundo está na praia ou na piscina, agarrada uma cerveja fresquinha ou a um flamingo cor-de-rosa, o trabalhador de Agosto está no seu posto a consultar as redes sociais, na esperança de receber, via telemóvel, uma réstia de liberdade, e agarrado ao seu copo de água, pelo qual esperou uns bons 3 minutos, porque há quem decida levar garrafas de litro e meio ao bebedouro para encher. Até que numa tarde, na fila do (...)
31.Jul.17

Quero gémeos

waitaiumabeca
Se o Jay-Z e o Ronaldo conseguiram ser pais de gémeos, eu também consigo. Não tenho filhos mas se alguma vez alcançar o estatuto de pai, quero que sejam gémeos. Desconheço a lei mas de certeza que teria o dobro de dias de licença parental. Para que tal aconteça, terei que perguntar, logo no primeiro encontro, se ela tem historial de gémeos na família.    Desejo sobretudo que sejam rapazes. Teriam os dois o nome de António mas, em honra da minha vida dupla, um seria conhecido (...)
24.Jul.17

Perdidos no IKEA

waitaiumabeca
Visitar o IKEA é sempre uma experiência diferente. A disposição dos artigos parece que é sempre nova, o que pode dificultar o encontro daquele esmagador de alhos que tanto precisas. Numa das divisões estão cinco empregadas a gravarem um vídeo e mais à frente estão instalações a serem montadas por trabalhadores com um falar estranho, talvez sueco. O caminho até ao objetivo é longo e acabas sempre por parar e ver algo, com um nome estranho, que antes não sabias que precisavas (...)
17.Jul.17

Beber para esquecer a Peste

waitaiumabeca
A feira ficava em São Pedro de Sintra mas parecia que tinha estacionado a minha carroça na Amora. Cheguei e dei uma volta ao recinto, evitando sempre passar ao lado de pessoas com ar de peste negra, e quando avistei cerveja artesanal deparei-me com um grave problema: Não tinha uma única moeda de ouro. Não havendo nenhum multibanco medieval, tive que dar um salto no tempo e procurar o banco mais próximo. Havia vários tipos de cerveja e experimentei um trago de todas. Na altura de (...)