Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Wait aí uma beca

A minha vida não é fácil

Wait aí uma beca

A minha vida não é fácil

Dia da Alergia

É o dia em que existem uma quantidade anormal de lenços usados espalhados pelos cantos da casa e tem-se a noção que existe uma forte probabilidade de ter que se deslocar ao supermercado comprar mais.

Se o supermercado for longe, pegar no automóvel e conduzir sobre o efeito de espirros é toda uma aventura. Acho mesmo que devia voltar a moda dos autocolantes no carro e criarem um com a frase “ Cuidado: alérgico a bordo”. Aliás até um simples transeunte deveria ter  uma pulseira ou braçadeira a informar que essa pessoa sofre de alergias. Uma t-shirt com a frase “Cuidado: espirro eminente” também seria uma boa ideia.

Desporto num dia alérgico é complicado. Praticar futebol com o nariz a correr ao menos tem a vantagem de afastar o adversário. Penso mesmo que não existe nenhuma regra que proíba um jogador de utilizar a camisola do adversário para se assoar.

Nesse dia tomasse comprimidos que não são aconselhados a pessoas que operam máquinas perigosas e corre-se o risco de ter a vista a chorar durante um documentário da BBC sobre o pinguim imperador.

A vida de um alérgico não é fácil.

Uma mesa, um jardim

Colocar uma mesa num jardim e passar a tarde nele é bonito mas tem os seus riscos:

Existem reflexos que atrapalham. Por vezes é como estar a escrever num espelho sem precisar de batom ou gel para barbear.

Corre-se o risco de ser vigiado pelos vizinhos ou até mesmo ter que entrar em conversas com os mesmos.

Ter que aguentar com o olhar inquisidor dos gatos que residem por lá.

O mais variado tipo de bicharada que por ali voam ou rastejam decidem fazer visitas. Os mais curiosos ou até mesmo pitosgas chegam a aterrar em pleno monitor.

Se não tiver chapéu-de-sol existe o forte risco de um pombo ou familiar achar que tu estás numa boa zona para ele deixar as suas matérias fecais. O coração palpita mais forte sempre que um bando de pombos decide sobrevoar a área.

Este texto foi totalmente escrito numa mesa de jardim e nenhum incidente de maior aconteceu durante o mesmo, apesar de ter sido utilizada uma toalha às flores de gosto algo duvidoso.

Tempos estranhos estes...

Chegou o tempo em que se vê no mesmo dia mulheres calçadas com sandálias ou botas felpudas.

Dias em que as esplanadas estão cheias mas as empregadas não sabem que o troco de um pagamento de 2 euros com uma nota de 10 é 8.

Regressa a expressão “Cuidado que este sol faz mal!” e a expressão “Vou apanhar morangos” é aceite pela sociedade.

Começa a época do corredor em tronco nu.

É o momento em que se vão resgatar os óculos de sol das gavetas mas depois se esquecem de os tirar nos centros comerciais.

É a altura que uma pessoa sai de casa de t-shirt vestida mas no final do dia tem lençóis polares á espera.

Estranhos tempos estes...

A luz à distancia de um clique

Hoje, dia mundial de usar o pijama vestido no trabalho, recebi a visita madrugadora em minha casa de dois senhores para instalarem estores. Ainda estava eu a tentar abrir os dois olhos ao mesmo tempo e já eles andavam de berbequim nas mãos.

Enquanto um deles foi comprar material o outro lá confessou que o negócio está fraco e que o trabalho seria executado com maior rapidez se já tivessem o material todo a jeito. Ainda recebi um comentário algo depreciativo só por estar a ver um episódio de "Family Guy".

Os trabalhos demoraram, eu tinha que ir trabalhar e não estava muito inclinado em deixa-los sozinhos em casa. Tenho uma grande estima pela minha torradeira.

Mas as obras já estão concluídas e tenho tudo aparentemente no sítio, consigo controlar a claridade ou a falta dela com apenas um clique e durante as obras senti-me importante. Eles trataram-me por chefe.

As notícias que realmente interessam

Kátia Aveiro está por Miami e anunciou que vai trabalhar com Pitbull. Infelizmente não será para ajudar num canil lá da zona.

Soube-se também que Paco Bandeira está noivo de uma taróloga. Das duas uma ou a taróloga não é grande coisa ou então é bastante otimista e acredita que a carta da Morte é algo positivo.

E acabadinha de sair está a nova música do PSY, autor do “Gagnam Style”, de nome “Gentleman”. E depois os sul-coreanos admiram-se que Kim Jong Un queira guerra… 

Memórias

Há quem diga que recordar é viver e esta semana foi repleta em memórias.

Andei numa pesquisa intensa por gavetas e caixas da minha casa à procura de papéis para o IRS. Encontrei bilhetes de viagens, manuais de montagem de móveis do Ikea, recibos de compras de 2009 e fotos tipo passe com mais de 7 anos.  Achei tudo isso mas não vi o meu primeiro autógrafo. Era um post-it com a assinatura da Dina, a do "amor de água fresca", e ficou para sempre perdido...

Esta semana serviu também para relembrar almoços e jantares que deixaram a sua marca. Fiz uma limpeza ao micro-ondas.

Ainda mais cenas que aconteceram

Hoje foram roubadas 5,5 toneladas de Nutella de um reboque. Os assaltantes, em solidariedade com o estado do nosso país, enviaram umas quantas embalagens ao Fernando Mendes.

O mau cheiro invadiu a Singapura devido à utilização dos elevadores de habitações públicas como casa de banho. Em edifícios com mais de 50 andares acho justificável instalarem nos elevadores uma sanita portátil e abrirem um bar para a gerir.

A Lindsay Lohan está novamente solteira e assim de repente não me lembro de mais nenhuma notícia importante… Ah por cá ao que parece o país estava em franca recuperação e veio o Tribunal Constitucional estragar tudo. Algo me diz que o regresso da chuva é devido à decisão do tribunal.

Madrugadas CMTV

As madrugadas televisivas passaram a ser muito mais animadas com a chegada da CMTV.

O programa António Cordeiro, apresentado pelo próprio, traz convidados para serem entrevistados e miúdas para aprenderem a arte do burlesco. E o que é o burlesco? Depois de cuidadosamente ter visto alguns programas ainda não estou em condições de o explicar.

Todos os dias aparece uma rapariga a tirar alguma roupa enquanto faz uma dança supostamente sexy. De salientar que uma das aprendizas tem idade para ser mãe das outras. Na parte dos convidados consegui ver um belo momento em que o António Cordeiro pede para por a tocar uma música do Toy para dedicar ao comovido Octávio Machado.

O programa possui também as magníficas rubricas “Humor Bananal”!? e  o “Poema Erótico Cultural (brilhante nome) que é para ser completado pelos espectadores.

Ainda na madrugada o canal passa cinema português apresentado pelo Paulo Branco que parece acabado de sair da tasca do lado e o programa Vidas onde passa o making off de sessões fotográficas de miúdas em trajes menores e onde proferem frases importantes e significativas tais como: “Tenho o rabo tonificado”.

Obrigado CMTV

Exmo Senhor Coelho

Venho por este meio candidatar-me ao cargo de ministro Adjunto e dos Assuntos Parlamentares que foi recentemente deixado vago.

Possuo a licenciatura em Cenas Politicas tirada na Universidade de Santo António das Neves com média final de 23 valores.

Estou em plenas condições anímicas e sei a letra do "Grândola Vila Morena".

Aguardo contacto.


Waitaíumabeca

Um dia atribulado

O Sol finalmente apareceu e as piadas sobre o Sporting que oiço no café onde compro o pão desapareceram.

Os pássaros cantavam, as flores desabrochavam e eu de janelas abertas a receber a primavera quando recebo uma visita inesperada. Uma vespa entra, como se fosse tudo dela, pela casa a dentro, faz uma rápida tour e sai, ao que parece, não muito impressionada com o que viu. Mas afinal estava redondamente enganado, ela voltou e trouxe amigas. Num espaço de minutos vejo-me rodeado de 4 vespas. Por momentos fiquei desnorteado mas agarrei a vassoura e agarrei o Dum Dum e consegui afugentá-las. E tudo isso sem ser picado e nem sequer intoxicado.

Mas o dia ainda tinha muito mais para oferecer. Decidi ir lavar o chão com uma nova esfregona que comprei. Até agora tudo normal até ao momento que não consegui enroscar a esfregona ao cabo. Até agora nunca tinha tido problemas com esfregonas até que decidi comprar uma supostamente melhor e ela não encaixava com o cabo. E então num momento de desespero usei uma simples fita-cola para juntar o à partida inconciliável. E toda uma luta desigual acabou por resultar numa limpeza mais ou menos bem-sucedida à casa.

E no final deste estranho dia descubro que o Justin Bieber faz publicidade a uns ténis que eu comprei há pouco tempo. Tenho que ter uma profunda reflecção sobre a minha maneira de estar na vida.