Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Wait aí uma beca

A minha vida não é fácil

Wait aí uma beca

A minha vida não é fácil

24.Jul.17

Perdidos no IKEA

waitaiumabeca
Visitar o IKEA é sempre uma experiência diferente. A disposição dos artigos parece que é sempre nova, o que pode dificultar o encontro daquele esmagador de alhos que tanto precisas. Numa das divisões estão cinco empregadas a gravarem um vídeo e mais à frente estão instalações a serem montadas por trabalhadores com um falar estranho, talvez sueco. O caminho até ao objetivo é longo e acabas sempre por parar e ver algo, com um nome estranho, que antes não sabias que precisavas (...)
17.Jul.17

Beber para esquecer a Peste

waitaiumabeca
A feira ficava em São Pedro de Sintra mas parecia que tinha estacionado a minha carroça na Amora. Cheguei e dei uma volta ao recinto, evitando sempre passar ao lado de pessoas com ar de peste negra, e quando avistei cerveja artesanal deparei-me com um grave problema: Não tinha uma única moeda de ouro. Não havendo nenhum multibanco medieval, tive que dar um salto no tempo e procurar o banco mais próximo. Havia vários tipos de cerveja e experimentei um trago de todas. Na altura de (...)
12.Jul.17

Cenas que me fazem bastante comichão

waitaiumabeca
Quando há comida envolvida, parece que existe sempre alguém a insistir que eu coma mais. Normalmente é o anfitrião, sob o pretexto que não se deve desperdiçar comida, mas nem sempre é o caso. Posso já ter comido dois croquetes, três rissóis, seis fatias de melão e dois pratos de cozido à portuguesa e no preciso momento em que estou de mãos a abanar há alguém que diz: “Ainda não vi o António/Tó/Toni a comer nada!”. Só porque eu tenho um ar mal nutrido não significa (...)
10.Jul.17

Sala de desespera

waitaiumabeca
Dia de levar o meu pai ao hospital para fazer um exame. Na altura em que nos sentámos na sala de espera, passava o programa da senhora das cartas de tarot na televisão. Era a oportunidade única para o meu pai saber o resultado do exame antes de o fazer. É um hospital público por isso já estávamos mentalizados que teríamos que esperar bem mais do que a hora marcada mas, como somos otimistas, chegamos uns bons quarenta minutos mais cedo. Escusado será dizer que tive uma relação (...)
03.Jul.17

Correr com amor à camisola

waitaiumabeca
Dia de Corrida Sporting. Apesar de já ir na sua sétima edição, será a minha primeira vez como leão de corrida. Espero que a minha estreia seja tão boa como a do Bas Dost. O 1700 que tenho na camisola está tão seguro como o Rui Patrício, porque desta vez trouxe quatro alfinetes-de-dama. Antes de a corrida começar, há quem aproveite para tirar selfies, comentar as últimas transferências e arriscar fazer a prova com uma t-shirt vermelha. Eu “acradito” que vou fazer um bom tempo.
23.Jun.17

Não venhas tarde

waitaiumabeca
Ser pontual é complicado. São raras as pessoas que combinam uma hora e que efetivamente chegam na altura estipulada. Quando me dizem que é para estar no café a partir das nove da noite, eu, contra o meu adn, aponto para as nove e meia. Chego ao local e não vejo ninguém. Subo ao andar e cima e nem uma viva alma conhecida. Fico algum tempo na entrada, qual porteiro, e o empregado pergunta se desejo alguma coisa. Digo que estou à espera de amigos. Não me arrisco a sentar numa mesa (...)
15.Jun.17

O Santo António já se acabou

waitaiumabeca
Apita o comboio e eu na fila para comprar o bilhete. Cheguei dez minutos antes, mas como só havia uma máquina disponível acabei por ficar na estação por mais uns tempos. O Santo António até pode ser casamenteiro mas não há relatos de ser pontual. Quase que é preciso um milagre para encontrar alguém durante a noite mais movimentada de Lisboa. Acaba-se, muitas vezes, por encontrar conhecidos que não procuras e até pode aparecer um senhor, que nunca viste na tua vida, em tua (...)
12.Jun.17

Primavera no Norte

waitaiumabeca
Dia de ir à Cidade Invicta ouvir os sons do Primavera. Cheguei à estação do Oriente quinze minutos antes de o comboio partir, em direção à Campanhã, mas já não havia lugares disponíveis. Tive que esperar hora e meia até chegar o próximo. Mal pus os pés fora da estação comecei a ouvir um sem-número de palavrões num curto espaço de tempo. Era um senhor que estava a fazer uma chamada telefónica em alta voz mas que disparava asneiras sem parecer minimamente chateado. (...)
05.Jun.17

Just smile

waitaiumabeca
Smiles, Emoticons, Emojis, Stickers… há tanta bonecada disponível para ser partilhada e eu só uso uns três ou quatro. Uso e abuso dos clássicos dois pontos e um parêntesis. Às vezes, na loucura, uso vários parêntesis para reforça o sorriso. Quando me sinto realmente maroto, uso o ponto e vírgula acompanhado do parêntesis. Muitas vezes até me sinto na obrigação de mostrar o p, para as pessoas perceberem que eu não estou a falar a sério. Demorei até decorar a maneira de (...)
29.Mai.17

Correr por dois

waitaiumabeca
Existe uma quantidade considerável de pessoas que acordam cedo para irem à praia, mas para correr nela já é só para um grupo mais restrito. A Meia Maratona na Areia Analice Silva consiste em percorrer 21kms na areia da Nova Praia, mas como tinha uma prova de 10kms em asfalto na véspera, não me quis desgraçar ainda mais, por isso só me inscrevi na de 10 e rezei para não morrer na praia. Estacionei o carro algo longe da partida, para fazer um devido aquecimento até lá, mas quando (...)