Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Wait aí uma beca

A minha vida não é fácil

Wait aí uma beca

A minha vida não é fácil

Almôndegas à Toni

Hora de almoço e o prato a ser elaborado é almôndegas com esparguete. Apesar de já não ser um novato nestas andanças abri a receita no computador para não arriscar o esquecimento de algum ingrediente. No preciso momento em que junto tudo o que preciso na mesa aparece Oscar, o labrador, à porta com duas bolas para serem atiradas. Da minha playlist começa a tocar o “ I Will Survive” na versão dos Cake.

Atiro a bola para bem longe e volto para dentro para descascar uma cebola. Começo a ficar com os olhos humedecidos ao som do “I Need My Girl” dos The National. O Oscar começa a ganir na esperança de fazer mais uma viagem.

Com o refogado ao lume atiro mais uma vez a bola para o impaciente fazer mais uma perseguição. Junto tomates picados, polpa de tomate, vinho branco, caldo de galinha e uma folha de louro e deixo ao lume durante 15 minutos cronometrados pelo telemóvel.

Coloquei água no jarro elétrico e fui dedicar-me ao Oscar. Chutei a bola e ela se dirigiu para debaixo de um carro estacionado. Tive que rapidamente a resgatar antes que o cão tivesse uma depressão.

De volta a casa coloco a água a ferver num tacho e o esparguete. Passado uns minutos reparo que não acendi o lume. A música “Lost Cause” do Beck começa a tocar.

Depois de alertado pelo meu telemóvel junto as almondegas e orégãos ao molho e deixo a cozinhar por mais dez minutos. Já tenho uma bola dentro de casa que o Oscar gentilmente cuspiu.

No final as almondegas ficaram boas, o Oscar parece ter ficado satisfeito e a música “Better Days” dos Edward Sharpe & The Magnetic Zeros começou a tocar. Ser cozinheiro, atirador de bolas profissional e trabalhador por turnos não é nada fácil.