Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Wait aí uma beca

A minha vida não é fácil

Wait aí uma beca

A minha vida não é fácil

15.Ago.17

Já não há estrelas no céu

A noite de sábado era noite de chuva de estrelas. Dizem os entendidos que se deve procurar uma zona com pouca luminosidade e como tal escolhemos a Praia das Maçãs. Cada um trouxe a sua toalha e a ideia era estarmos todos de papo para o ar e ver as estrelas a cair. Claro que a ideia era bastante engraçada mas em Sintra há sempre o fator frio e nevoeiro a considerar.

O expert em estrelas do grupo disse que tínhamos que olhar para noroeste, onde a Cassiopeia, uma espécie de duplo v do céu, estava situada. Para nosso azar a Cassiopeia estava na direção da luz. Pareceu-me ter visto uma estrela a cair mas ninguém acreditou. Decidimos então experimentar a Praia Grande.

Quando chegámos estava um trator a limpar a praia que projetava luz suficiente para afastar qualquer estrela mais arisca. Tentamos outra zona da praia mas sem grandes resultados. Dentro dos ténis já continha vários tipos de areia, a toalha servia como manta para me proteger do frio e nem sinal da Catarina Furtado. Quando já estávamos prestes a desistir decidimos fazer uma última tentativa na praia da Adraga.

Até que, no caminho para a praia, avistámos o que parecia ser um conjunto de estrelas. Ao princípio pensávamos que era apenas uma projeção no céu mas quando começámos a vê-las em movimento, evitámos o choque em cadeia e estacionamos à beira da estrada para ver o espetáculo. Eu tirei fotos e uma amiga filmou mas claro que o resultado final foi escuridão.

Poeira cósmica? Um bando de pirilampos de luz branca? Uma concentração de ovnis? Eu tinha bebido uma imperial e estava com poucas horas de sono no meu sistema mas tinha testemunhas sóbrias e descansadas que tinham assistido ao mesmo que eu. Várias justificações foram lançadas ao ar mas nenhuma fazia grande sentido. Partimos a caminho da Adraga onde finalmente vimos algumas estrelas cadentes. Desejei um Sporting campeão mas o mais certo é receber uma pneumonia. O nevoeiro chegou para interromper o espetáculo mas a noite já tinha sido produtiva.

Só na segunda é que a verdade veio ao de cima. O ficheiro secreto foi resolvido. O bando de estrelas afinal eram balões com leds. Parece que é a última moda em festas e casamentos. E eu a pensar que podia aparecer num programa da manhã para falar do avistamento coletivo. A realidade é uma seca.

 

                          estrelas.jpg