Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Wait aí uma beca

A minha vida não é fácil

Wait aí uma beca

A minha vida não é fácil

O meu reino por uma cidra

Noite num pub medieval. Nunca lá tinha ido e como reparei que ficava numa estrada sem saída e não tinha parque de estacionamento, decidi estacionar a minha carroça quase a um quilómetro do local. Como sou um tipo que tem a mania das corridas, a caminhada acelerada até ao pub seria um bom treino.   

O local tinha bastante espaço na rua, até havia pessoas à volta de uma fogueira, mas o clima estava pouco convidativo para o convívio ao ar livre. Dentro do edifício havia bastante calor humano. As mesas estavam ocupadas e o espaço para movimentações no pub era bastante diminuto. Estava uma banda de músicas medievais, irlandesas e celtas a ensaiar numa espécie de palco. O rapaz do violino tinha um visual algo Jack Sparriano, o que tocava viola parecia o John Lennon no videoclipe do Imagine e o baterista, que tinha o look mais normal, quase que impedia o caminho para o primeiro andar. Nesse andar ficava a loja das artes mágicas e as casas de banho. Bastava um elemento da banda convidar a sua família mais próxima para encher o bar.

Ser atendido era complicado. Apesar de haver vários empregados, andavam todos bastante ocupados com os pedidos escritos nos post-its típicos da época medieval. Conseguir a ementa era quase impossível. Como era a noite da cidra lá consegui pedir uma, mas quando vi rapaz a pegar numa Somersby, rapidamente disse que queria uma igual a da rapariga que estava ao meu lado. Calhou-me uma cidra com sabor a pera, que até não era má de toda, mas quando o empregado disse que custava 6 euros fiquei logo arrependido. A vida medieval não é uma vida barata. Ainda consegui beber um copito de hidromel.   

A próxima vez que quiser arranjar mesa num dia em que haja um grupo a tocar, mais vale montar a tenda à entrada do pub e alegar que sou um familiar de um elemento da banda. O complicado será descobrir o nome de um dos artistas.   

4 comentários

Comentar post