Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Wait aí uma beca

A minha vida não é fácil

Wait aí uma beca

A minha vida não é fácil

09.Mar.17

O regresso da busca do papel verde necessário para a circulação automóvel

waitaiumabeca
Dia de levar o carro à inspeção. Antes de ir, aconselharam-me a me dirigir a um centro que fica perto de casa. Como antes tinha que passar pela oficina, acabei por ir a um centro de inspeção perto dela. Sou mesmo toni. Quando estaciono o carro reparo que fecharam a linha dois e como tal só uma estava a funcionar. Agora que já cá estou não vou voltar para trás. Acabei por voltar para trás na altura em que fui pagar e reparei que tinha deixado o certificado de matrícula no carro. (...)
10.Fev.17

Não te encostes a mim

waitaiumabeca
Estar parado no trânsito é complicado mas pode ser a altura ideal para tratar de diversos assuntos. Há quem aproveite para tomar o pequeno-almoço, retocar a maquilhagem e até fazer a barba. É possível ouvir o álbum “69 Love Songs” dos The Magnetic Fields pelo menos duas vezes e todos os cds do Panda e os Caricas. Consegue finalmente ler as 1225 páginas do “Guerra e Paz” do Tolstói e fazer aviões de papel com as páginas de um qualquer livro do Gustavo Santos. Parado (...)
28.Nov.16

Vais partir naquela estrada

waitaiumabeca
Na estrada, é possível encontrar o mais variado tipo de condutores:   O Condutor de Domingo Os célebres condutores de domingo normalmente são pessoas de uma certa idade, que aproveitam o domingo para tirar o carro da garagem. Conduzem bem devagarinho, parecendo que estão constantemente a serem encadeadas pelo sol, até de noite. Claro que o domingo é quando um condutor quiser, por isso eles andam pela estrada em todos os dias da semana.   O toni da Faixa do Meio No meio está a (...)
21.Mar.16

Tenho papeis para troca. Falar com Sr. Toni

waitaiumabeca
É raro o dia em que chego ao carro e não encontro no limpa para-brisas um papel de alguém que generosamente se oferece para comprar o meu veículo. Como não gosto de atirar o papel para o chão e normalmente não existe um caixote do lixo nas proximidades ponho dentro do carro para fazer companhia aos outros. Às vezes não reparo que me ofereceram um novo e ele acaba por fazer a viagem no lado de fora e se não for resistente acaba por ter um final trágico. Parece haver um acordo (...)
06.Mar.16

Em busca do papel verde necessário para a circulação automóvel

waitaiumabeca
Dia de levar o carro à inspeção mas não marquei hora. Esqueci-me que a hora do almoço costuma ser bastante concorrida por isso tive que esperar um bom bocado.Quando ouvi a primeira matrícula lembrei-me que não sabia a minha de cor. Sempre podia arriscar e quando ouvisse uma chamada sem nenhum carro a se aproximar arrancava eu e se alguém reclamasse sempre podia alegar que escutei mal e tenho o carro há pouco tempo.Havia quem aproveitasse para ler o jornal ou para dormir e sonhar (...)
22.Mai.15

Pontos de condução por um ambientador

waitaiumabeca
A partir de junho de 2016 entra em vigor a carta de condução por pontos. Isto é uma excelente oportunidade para o IMT elaborar um catálogo com apetecíveis prémios para os melhores condutores. Um ambientador em forma de árvore que cheira a pinho, um par de dados para pendurar no espelho retrovisor, uma manete de mudanças cem por cento cool ou um autocolante que diz “Condutor exemplar a bordo” podem fazer parte dos brindes a receber conforme os pontos que tiveres na carta. També (...)
11.Mai.15

O mau da fita

waitaiumabeca
Os filmes de ação precisam sempre de um grande mau da fita que normalmente é terrorista, psicopata ou politico mas não precisa de ser sempre assim. O grande vilão do dia a dia está entre nós e destaca-se nestas atitudes: Ao se cruzar com pessoas conhecidas nunca diz bom dia, boa tarde ou boa noite. Nunca responde a mensagens. É o vizinho que tem atividades noturnas bastante ruidosas e que nos fins de semana gosta de tocar bateria por volta das sete da manhã. No cinema gosta de (...)
27.Abr.15

Adeus Polo

waitaiumabeca
Estava ele estacionado numa rua perto do Intermaché do Cacém quando, no dia do meu aniversário, decidi comprar o Polo. Já naquela altura dava sinais de idade avançada, tinha nascido no ano de 97 e tinha vestígios da criança que por várias vezes tinha sido transportada nele mas era o carro que naquela altura podia comprar. Não sei bem quantos anos me pertenceu, se foram seis ou mais, mas lembro-me das aventuras que tive com ele. Bati com ele quando o meu pé decidiu adormecer (...)
15.Jan.15

Soltem os carros anteriores a 2000

waitaiumabeca
Acordar às cinco já não é pêra doce e quando um trabalhador por turnos, que ainda só tem os olhos semiabertos, descobre que o seu experiente Polo do remoto ano de noventa e sete já não se pode deslocar no centro de Lisboa não facilita nada a coisa. A Avenida da Liberdade agora de liberdade tem pouca e o meu veículo nem com um cravo no limpa pára-brisas consegue escapar à multa. Existe uma exceção para carros históricos e eu podia alegar que o meu carro tem um passado (...)
28.Nov.14

Aquaman por turnos

waitaiumabeca
Lá fora a chuva aconselhava a não sair de casa mas trabalhar por turnos não é fácil e a noite era de trabalho. Sem chapéu-de-chuva (Homem que é Homem não precisa disso) fui a correr em direcção ao carro. Sempre funciona como incentivo ao desporto. Num curto espaço de tempo o asfalto tinha-se transformado em centro de treinos para o Michael Phelps. O meu carro que nunca foi um bom nadador atravessou as piscinas a custo. Por momentos transformei-me num Aquaman por turnos e o meu (...)