Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Wait aí uma beca

A minha vida não é fácil

Wait aí uma beca

A minha vida não é fácil

25.Mai.16

Três crianças e um Toni

Acabei de dar uma limpeza à casa, sentei-me no sofá para ver o resto do Porto contra o Braga e quando ainda me estava a ajeitar comecei a sentir que estava a ser vigiado. Havia uma festa de anos no condomínio e havia crianças a brincar no jardim. Estando eu no rés-do-chão era o alvo perfeito.

Comecei por tentar assustá-las, até pus a gola que trouxe do Rock in Rio na cabeça, mas elas acabavam sempre por voltar. Depois de algumas correrias o rapaz do grupo apresentou-se e muito educadamente perguntou se podia entrar. Eu, que sou um bocado toni, disse que sim e ele mais as duas miúdas entraram para conhecer o espaço. Num piscar de olhos já tinha as crianças de volta da fruteira, a fazerem desenhos e a atirarem-se para a cama.

Todas a fruta que tinha acabou por passar pelas mãos das crianças. Uma até começou por roer uma maçã mas acabou por se fartar. A minha cama serviu como sítio de repouso, trampolim e até como esconderijo. Adoravam quando eu as arrastava de debaixo da cama. O meu bloco de notas e os meus post-its foram escolhidos para exprimirem toda a criatividade nelas contida. Ganhei retratos bastante realistas da minha pessoa, desenhos de caracóis, tartarugas e de um pum. Ensinei uma das miúdas a escrever o meu nome.

Ainda apareceu outro rapaz, bastante mais calmo, que também entrou na minha casa e fez um desenho mas rapidamente percebeu que aquele caos não era para ele e voltou para a festa. Já tinha terra e bolas do Oscar dentro da minha casa mas felizmente o cão não entrou. As raparigas trouxeram-me flores. O rapaz perguntou se eu tinha amigos. Uma das miúdas pendurou-se em mim a dizer que era uma macaca.

Depois de muitos desenhos, correrias e arrastos a hora do recreio começou a dar sinais de estar a terminar. O rapaz começou a perder o gás, uma das raparigas mostrou-me a sua coleção de caracóis e queria que eu fosse com ela para a festa e a outra, que ainda há pouco dizia que era uma macaca, foi ter com os adultos e trouxe-me um bolinho.  

Iam começar os penalties e eu estava finalmente sozinho até que apareceu o filho do meu vizinho que já é um habitué das invasões à minha casa. Pediu-me cromos e sentou-se para ver quem é que levava a taça.

Acabei por quase não ver o jogo, a casa deixou de ficar limpa, precisei de um escadote para ir buscar a gola e ganhei uma nova alcunha. Tenho post-its a dizerem "Titú".

 

                                      desenhosfotoblog.jpg