Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Wait aí uma beca

A minha vida não é fácil

Wait aí uma beca

A minha vida não é fácil

27.Ago.18

Sangue, suor e falta de jeito

Dia de derby lisboeta e de churrascada com amigos. Estava a ser um convívio dos bons até ao momento em que decidi cortar pão saloio. Primeira fatia saiu impecável. A segunda fatia até parecia ter sido cortada numa máquina. Cheio de confiança ataquei o pão mas a faca de serrilha escapou e foi parar ao meu indicador esquerdo. Sangue por todo o lado.

Fui a correr feito toni para a casa de banho e abri a torneira com toda a força em direção à ferida. Uma maré vermelha invadiu o lavatório e arredores. Não tinha compressas nem água oxigenada. Apenas um resto de um familiar do Betadine para colocar. Foram usados guardanapos para estancar o sangue. Após alguma discussão lá fui convencido a deslocar-me aos bombeiros para tratar da golpada.

Fizeram o tratamento e disseram que por via das dúvidas o melhor seria ir ao hospital porque poderia necessitar de levar um ponto. Achei que o melhor seria ir para casa ver a bola mas antes fomos comprar água oxigenada, compressas e fita adesiva. Mais tarde descobrimos que as compressas não eram cirúrgicas mas sim para ser usadas quando eu precisar de retirar a maquilhagem.

O jogo começou e o acidente já fazia parte do passado. As bifanas, salsichas e entremeadas eram quase tão boas com as defesas do Salin.  A segunda parte foi bem mais intensa e festejei efusivamente o penalti do Nani. O resto do grupo não estava muito interessado no jogo. O golo do João Félix, mesmo ao cair do pano, pôs o meu sangue a ferver. Estava sentado no chão, colado ao ecrã quando já em tempo de descontos levantei-me repentinamente e reparo que havia sangue por todo o lado. O meu final de jogo foi realizado pelo Tarantino. Corri até à casa de banho. Tudo em meu redor começou a rodar, transpirei e apaguei. Regressei para beber água com açúcar e saber o resultado final do derby. O meu dedo adivinhou que seria um empate a uma bola. Fomos todos para as urgências.

Quando uma pessoa não sabe bem onde ir num sábado à noite, as urgências surge como um local bastante alternativo. O café é barato e não é mau, não tens que pagar mais do que um euro por uma simples garrafa de água e ainda recebes uma pulseira. O que falta é boa disposição na sala.

Depois de alguma espera, acabei por ser tratado sem precisar de levar nenhum ponto. Ganhei um penso até sexta-feira e não posso molhar o dedo nem fazer grandes movimentações com ele. Passo assim a tomar duches só com uma mão e a deixar um significativo monte de loiça no lavatório. A partir de hoje só compro pão fatiado.  

 

 

              kitsocorro.jpg

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.