Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Wait aí uma beca

A minha vida não é fácil

Wait aí uma beca

A minha vida não é fácil

30.Jun.22

Moledo Alternativo

waitaiumabeca
A pacata aldeia de Moledo do Minho tem muito encanto. Em plena vaga de calor, a praia de Moledo era o local ideal para esfoliar a pele com areia e conchas. Nem um castelo de para-ventos conseguiria suster o vendaval. É a praia ideal para a prática de kitesurf, windsurf e para filmar a versão portuguesa de “E Tudo o Vento Levou”. Ainda não existe um remake português do clássico de Victor Fleming, mas a praia já serviu de cenário para a série “Verão M” que (...)
30.Mai.22

Formigas Z

waitaiumabeca
A minha casa foi recentemente ocupada por formigas. Sendo formigas invasoras, só podem ser formigas Z.   No princípio pareciam ser apenas duas formigas desorientadas, depois de uma noite de copos, mas afinal eram bastantes mais e concentravam-se na minha casa de banho. Era uma excursão de formigas e a minha singela casa de banho parecia ser o parque aquático delas. Não andei a inspecioná-las com uma lupa, mas aposto que tinham mini braçadeiras colocadas. Dei cabo delas passando (...)
20.Abr.22

Madeira Radical

waitaiumabeca
Visitar a ilha da Madeira pode ser uma experiência bastante radical, a começar pelo voo de ida. O avião parte com atraso devido ao mau tempo na ilha. Ao aproximarmo-nos da Madeira, o comandante avisa que a velocidade do vento estava acima da permitida para fazer a aterragem. Sem conseguir aterrar, há que dar umas voltinhas no ar e quem estava sentado à janela teve assim direito a um tour aéreo pelas ilhas do arquipélago. Para juntar ao stress, o avião transportava jogadoras de (...)
18.Mar.22

Até vi estrelas

waitaiumabeca
Ida ao Planetário. Andava eu na escolinha quando fiquei a conhecer as constelações projetadas na sua cúpula. Foi há tanto, tanto tempo que até aposto que naquela altura as estrelas estavam suspensas por fios, mas eu nem reparei. Já a última vez que vi estrelas num recinto fechado foi no ano passado, no consultório da minha dentista. Estava preparado para ver uma chuva de estrelas, mas acabei por apanhar um banho dos céus no caminho para o Planetário. Apesar do incómodo, tinha a (...)
14.Jan.22

Ano novo, viatura nova

waitaiumabeca
Adquiri, no final do ano passado, um carro novinho em folha, que veio diretamente da fábrica para o stand e do stand para mim. Sempre tive carros de pouca cilindrada comprados em segunda, terceira ou décima quinta mão, por isso não estava habituado a tanto luxo. Agora tenho botões na chave para abrir e para fechar portas, no painel de instrumentos tenho a indicação de tudo e mais alguma coisa e o rádio não necessita de pancadas para trabalhar. Modernices. A emoção era tanta que (...)
12.Nov.21

O caso da Pen desaparecida

waitaiumabeca
Era uma pen drive recente, de cor preta, com uma argola azul clara na ponta e com sessenta e quatro gigas pouco usados. Numa das faces possuía a inscrição “Kingston”, mas sempre a tratei por Pen. Foi vista pela última vez no meu modesto T0.      Para a encontrar é preciso soltar o detective que há em mim. Há que recriar todos os passos até à perda do valioso objeto. E eu que já assisti a várias versões cinematográficas do Sherlock Holmes. Fecho os (...)
22.Out.21

Cenas que me fazem confusão

waitaiumabeca
Música nas esplanadas  Como estava uma noite agradável, decidimos jantar numa esplanada. Pouco tempo depois de fazermos o nosso pedido, começamos a ouvir música. Primeiro ainda pensámos que podia ser uma festa dos vizinhos de cima, mas lá acabei por descobrir uma pequena coluna branca, camuflada na parede do restaurante. Não podíamos estar sozinhos numa esplanada, tínhamos que ter a companhia de músicos variados. Apesar de tudo, a música não era muito (...)
13.Out.21

Turismo Sénior

waitaiumabeca
No final de setembro passei uma noite na Vila do Gerês e parecia que tinha adquirido uma experiência Odisseias de turismo sénior.  O hotel de duas estrelas, porque isto de ter um blog não dá dinheiro, tinha Jardim no nome e flores pintadas na fachada. Sentados no hall de entrada estavam pessoas com mais de setenta primaveras. Com o passar do tempo deu para perceber que a média de idades dos hóspedes no hotel era elevada.   Reza a lenda que a água do (...)
26.Ago.21

Cantar de galo

waitaiumabeca
Passei uns dias de férias na aldeia de Alte. Sempre achei uma boa ideia viver numa aldeia, longe da confusão e dos stresses da cidade, desde que não tenha galos.  Ainda o relógio não marcava as sete horas e o galo de Alte já entrava em ação. Cantava alegremente, em alto e bom som, para toda a vizinhança ouvir, numa espécie de concerto interminável, para o delírio das suas fãs galinhas e para o meu desespero, conseguindo ser mais incomodativo que os sinos da (...)
09.Ago.21

Estou todo vacinado

waitaiumabeca
Dia de levar a segunda dose da vacina contra a COVID-19. Voltei a um sítio onde fui feliz, onde marquei vários golos na minha juventude, o local que antigamente era um campo a céu aberto. Agora é um pavilhão desportivo e graças à vacina fiquei a conhecer todos os seus recantos.  Cheguei perto da hora marcada e havia uma fila longa para entrar. O verdadeiro tuga quer tudo o que seja grátis. A fila avançou depressa e a porta do pavilhão já estava próxima, (...)