Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Wait aí uma beca

A minha vida não é fácil

Wait aí uma beca

A minha vida não é fácil

13.Out.21

Turismo Sénior

No final de setembro passei uma noite na Vila do Gerês e parecia que tinha adquirido uma experiência Odisseias de turismo sénior. 

O hotel de duas estrelas, porque isto de ter um blog não dá dinheiro, tinha Jardim no nome e flores pintadas na fachada. Sentados no hall de entrada estavam pessoas com mais de setenta primaveras. Com o passar do tempo deu para perceber que a média de idades dos hóspedes no hotel era elevada.  

Reza a lenda que a água do Gerês é ótima para doenças do fígado, vesícula, obesidade, hipertensão e diabetes. A presença de umas termas ao lado do hotel era uma excelente oportunidade para passar o dia a carregar em botões, que podem ou não trabalhar, para receber jatos da magnífica água, terminando com um poderoso jato de sabão nos olhos. Na mesma zona também ficava o Parque das Termas, que tal como um idoso num lar, tinha ar de abandonado.  

No final do dia decidi dar uma corrida pelas redondezas, para tirar todos os pensamentos de pessoa antiga. Como estava em baixo de forma e o terreno não era muito retilíneo, acabou por ser mais parecido com uma caminhada. Cheguei mesmo a cobiçar os bastões dos caminhantes séniores que encontrei pelo caminho. Regressei ao hotel e o espaço comum estava com a sua ocupação máxima. Era a hora do Preço Certo e não há nenhum idoso que não goste de ver o Fernando Mendes. Fui para meu quarto, resistindo à tentação de adivinhar o preço da batedeira elétrica. 

Apesar de eu ainda não ter sequer assoprado quarenta velas num bolo, foi cansativa e demorada a escrita deste post. Ainda estou com sequelas e só passei lá passei uma noite.   

 

parquedastermas.jpg

 

1 comentário

Comentar post